Caros,
Não estou mais trabalhando em Fortaleza.
Mas atendo pelo internet, com aulas à distância.
Entrem em contato pelo email teresapontocom@gmail.com ou pelo nome Skype teresapontocom!


domingo, 24 de fevereiro de 2013

Como escolher o certificado certo - Entendendo seu nível de inglês

Descubra seu nível de inglês e continue seus estudos
com professora particular em Fortaleza

Qual é seu nível de inglês?

Essa é uma pergunta difícil de responder. Alguns alunos usam as referências da própria escola - eu estou no nível básico, no pré-intermediário, no ultra-avançado -, mas essas nem sempre são confiáveis. Algumas más escolas colocam nomes irreais em cada "nível" de inglês para dar ao aluno uma falsa impressão de evolução e mantê-lo satisfeito e matriculado. Mas mesmo em boas escolas, nem todos os alunos em uma mesma sala têm a mesma performance em inglês. Se você frequenta aulas em uma sala com mais de três alunos, você sabe disso.

Não só isso, mas a experiência do aluno em cada tipo de habilidade (speaking, listening, writing e reading) também determina sua desenvoltura quando cada uma delas está sendo testada. Um aluno que goste muito de ver TV americana (como os que cresceram já na época da TV a cabo) tem muito mais experiência com listening do que outro que não suporte os famosos seriados. Outro pode ter mais experiência com o writing porque tem que trabalhar redigindo relatórios e protocolos em inglês. Eu mesma consigo ler qualquer texto de ficção em espanhol, mas sou incapaz de me informar sobre o ponto de ônibus mais próximo em Buenos Aires (uso o inglês and it always works ;-)).

Qual é, de fato, seu nível de inglês? Essa pergunta é fundamental para decidir qual certificado escolher.

Para responder essa difícil pergunta, foi elaborado um quadro de referência geral das habilidades em inglês chamado Common European Framework Reference for Languages (aka, CEF). Nele, as habilidades foram descritas, elaboradas, e você pode ler e descobrir qual nível mais se aplica a você.



O CEF tem uma divisão de apenas três grupos de níveis (A, B e C), subdivididos em seis níveis: A1, A2, B1, B2, C1 e C2, e eles não chamam "básico, intermediário e avançado", como você está acostumado, mas descrevem o aprendiz como "Basic User of English" (Level A), "Independent User of English" (Level B) e "Proficient User of English" (Level C), que são descrições bem mais úteis para o aluno entender sua própria posição na jornada do aprendizado da língua estrangeira.

Para cada nível de inglês há certificados, do A1 ao C2, que se multiplicam dependendo do objetivo da pessoa que faz o exame: trabalhar ou estudar no exterior, obter um visto, comprovar seu conhecimento de inglês no currículo, tornar-se professor de inglês como língua estrangeira etc. Por exemplo, para a Cambridge-ESOL, que é uma das mais conhecidas aplicadoras de exames de inglês, a relação entre o nível do aluno e o certificado a que ele deve se candidatar está expressa no quadro abaixo.


Se você achou que o Common European Framework pode ser útil para você conhecer melhor seu próprio nível de inglês, dê uma olhada no quadro de autoavaliação (para download), que é mais desenvolvido que o resumo apresentado acima. Aqui você encontra (para download também) o quadro em português. (Porque Portugal faz parte da Europa, certo? Portanto, entra na referência comum.)

O site da Cambrisge-ESOL também disponibiliza um testinho online para você descobrir qual é seu nível de inglês, aqui.

Seja qual for seu nível de inglês, continue seus estudos ou prepara-se para o exame que você quer fazer com a teacher Teresa, em Fortaleza.


TODOS OS POSTS SOBRE EXAMES E CERTIFICADOS


domingo, 17 de fevereiro de 2013

Word of the day - The Merriam-Webster cool dictionary

Know your words sticking to your advanced studies
with a private English teacher

Being an advanced student means that you have reached a point in which English is fun to you, and though sometimes to keep studying, attending classes, and doing homework may seem dull, advanced learners are very often surprised by discoveries that are so cool or clarifying that it just about makes their day.

This happens to me very often, hearing some foreigner speak, reading, or simply watching my favorite show on TV (Law & Order - I'm a total L&O junkie). I recently learned the expression "imitation crab meat" (on L&O Criminal Intent, it just so happens), and to that day I never knew kani kama was supposed to taste like crab meat. It was fairly amusing.

Sometimes it happens the other way around. You come upon a word that you don't understand and either you don't feel like going to a dictionary or you do and it doens't help, and the word keeps bugging you for weeks, months... until you finally get it. Like I used to see the adjective "whimsical" and its adverb "whimsically" all the time on Jane Austen and didn't quite get it, no matter how many times I read my Longman. Until one day I finally grasped it, by really understanding "whim", in context, in a sentence from Emma. It is rewarding when it happens.

One great place to find definitions for words you just don't fully understand is the Merriam-Webster dictionary. (This is not a learner's dictionary, though there is a link to the learner's version available. This is another victory of becoming an advanced student: you get to sometimes leave the learner's dictionaries behind - remember how proud you were when you graduated to the monolingual dictionaries? - and use a real life English dictionary.) The Merriam-Webster is one of the very best dictionaries available in English. And their website it's awfully cool too.

You can find great whimsical words at the "word of the day" feature. Everyday they put an interesting new word as the word of the day. They're often words which make you go "what do ya know!". I love it.

You can subscribe to get the word of the day on you email at the bottom of the page, or just check it out everytime you feel like it on the Merriam-Webster website.

There is also a podcast available for the word of the day so you can train your listening as well (cherry on top!).

And if you are looking for a teacher that can guide you through your advanced studies in English, here in Fortaleza, contact me!

domingo, 10 de fevereiro de 2013

TOEFL, FCE, Business English... Como escolher o certificado certo?

Prepare-se para os exames de certificação em inglês
com a teacher Teresa, em Fortaleza.

A partir de hoje, vou fazer uma série de posts sobre como escolher o certificado mais apropriado pra você. Os posts serão publicados sob a tag "Exames e certificados".

Existem muitíssimos certificados de inglês no mercado, e cada um tem uma finalidade diferente - te habilitar a estudar em uma escola americana ou certificar que você conhece inglês específico para uma determinada área, como Direito ou finanças, entre muitos outros objetivos. Além disso existem exames para certificar diferentes níveis de inglês, além de certificados em que você "passa" e outros que simplesmente te dão uma nota de avaliação global.

Preparar-se para fazer um exame de inglês leva tempo e disposição e pode sair bastante caro, entre os custos do próprio exame, das aulas e dos livros preparatórios. Por isso é importante escolher bem qual o certificado mais indicado pra você, pois você não quer estudar um monte, gastar um dinheiro e se estressar com uma prova só para, depois, descobrir que o certificado não atende a suas necessidades.

Para decidir qual exame fazer, é necessário levar em conta o objetivo do aluno com a obtenção de um certificado e qual o nível de inglês do aluno. Você não precisa ser fluente e ás da gramática para tirar seu primeiro certificado, há um certificado para cada nível e eles podem, inclusive, servir para marcar seu avanço no domínio do inglês e comemorar o cumprimento de mais uma etapa nessa jornada.

Fiquem atentos então aos posts com o marcador "Exames e certificados" para orientar-se na busca do certificado do inglês que você tanto se esforçou para aprender!

Prepare-se para os exames aqui em Fortaleza, com preço bacana e professora altamente qualificada,  teacher Teresa!

TODOS OS POSTS SOBRE EXAMES E CERTIFICADOS


quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

International English

Melhore sua pronúncia para ser entendido no mundo inteiro
com aulas particulares de inglês em Fortaleza.

Frequentemente os alunos me perguntam se eu falo o inglês britânico ou o inglês americano. Cada um tem suas preferências e querem um professor que combine com suas expectativas. No entanto, quando me fazem essa pergunta, eles têm que ouvir a resposta abaixo:

Quando aprendemos inglês como língua estrangeira, ou seja, aqui no Brasil, precisamos ter claro que a maior parte do tempo não vamos usar o inglês para falar com americanos ou ingleses. A maior parte do tempo vamos usar o inglês como língua franca, ou seja, para nos comunicar com outras pessoas que também falam inglês como língua estrangeira. Vamos falar com alemães, japoneses, africanos de diferentes países, russo e muitos, mas muitos indianos e chineses.

Assim, é importante ser capaz de entendê-los apesar de seu sotaque e de se fazer entender apesar do nosso. O segredo da comunicação clara é a boa pronúncia. Não importa o sotaque que você aprendeu a usar com seu professor ou que você tenha pelo fato de você ser brasileiro, o importante é que sua pronúncia seja clara, para que seu interlocutor entenda qual é a palavra que você está lhe dizendo.

Além disso, aprendizes recentes de línguas estrangeiras têm pouca capacidade para ouvir sotaque.Nós ficamos concentrados demais em ouvir a palavra e não temos sensibilidade e experiência suficientes para flagrar os sons característicos de cada variedade regional da língua. Eu sei porque faz pouco tempo que estudo francês e não sou capaz de entender se um falante nativo é francês, argelino ou canadense. Mas sempre compreendo a resposta quando pergunto "que horas são" (risos).

Não se preocupe, portanto, se o sotaque do seu professor é de um lugar ou de outro. Preocupe-se se ele é um bom professor e se tem bastante experiência com a língua para ser capaz de identificar a diferença entre o que é sotaque e o que é pronúncia, para que ele possa te ensinar um inglês que vai funcionar tanto para pedir salmão em Londres quanto para discutir as especificações do produto com a matriz japonesa ou alemã.

Para aprender um inglês de pronúncia eficaz, aqui mesmo em Fortaleza, entre em contato com a teacher Teresa!

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

O que é fluência?

Alcance a fluência estudando com a teacher Teresa, aqui mesmo em Fortaleza!


O grande desejo dos alunos de qualquer língua estrangeira é ser fluente. O aluno se visualiza usando, no nosso caso, o inglês sem problemas, conversando, fazendo piadas em inglês, dando risada. Se visualiza em uma reunião de trabalho importante dizendo muitas coisas sérias em inglês, ouvindo os outros sem nenhuma preocupação que não seja o conteúdo do que a outra pessoa está dizendo, quase esquecendo que está usando uma língua que não é a sua nativa.

Mas depois de algum tempo estudando inglês, é inevitável. Surge a questão o que é ser fluente? E, mais importante, como faço para chegar lá?

Nem todo mundo, entre professores e falantes de inglês como língua estrangeira, concorda sobre o que seja ser fluente. O aluno, geralmente, quando se imagina falando inglês fluentemente, espera que isso seja uma comunicação perfeita, sem erros. Na minha opinião, a fluência é sim uma comunicação perfeita, mas isso não tem muito a ver com ser livre de erros.

É preciso parar para pensar qual é o propósito, o objetivo de falar inglês. Quando você passa todo aquele tempo estudando, o que você quer, qual os resultados que almeja, com isso? Provavelmente seu objetivo não é dominar a conjugação de todos os tempos verbais e conhecer todos os pretéritos irregulares. O que você deseja mesmo é ser entendido ao falar, entender o que os outros dizem, escrever textos eficazes e conseguir ler o que você quiser, de Shakespeare à revista de fofoca gringa superbacana.

A comunicação é perfeita, portanto, quando essas coisas acontecem. Para mim, a verdadeira fluência está em ser capaz de expressar todas as suas opiniões e sentimentos, em apresentar um raciocínio em língua estrangeira, em conseguir fazer piadas e entendê-las todas também. A fluência é aquele momento do aprendizado em que a pessoa consegue usar a língua focando apenas no que está sendo dito, sem se preocupar constantemente com como falar inglês.

Alguns erros acontecem quando se está usando inglês fluentemente. É normal. Não pode, é claro, haver muitos erros, senão a comunicação fica prejudicada. Ou a pessoa simplesmente não entende o que você quis dizer, ou ela para de prestar atenção no que você está dizendo e fica pensando sobre a maneira como você disse aquilo. A fluência acontece quando seu interlocutor consegue superar os erros que você comete, e você consegue compensar as falhas no seu entendimento para que haja uma conversa de verdade.

Pelo fato de que a fluência pode-se dar mesmo com erros e falhas é que – e isso muito aluno não sabe – existe ainda muito estudo depois do ponto da fluência. A boa notícia é que a partir desse ponto o inglês começa a ficar realmente divertido. Depois da fluência, a gente estuda para alcançar a proficiência, mas isso é tema para outro post.

Aulas para alcançar a fluência ou para continuar seus estudos no inglês mesmo depois dela, em Fortaleza, é com a teacher Teresa!